Está aqui

Alejandro Nadal

Economista, professor em El Colegio do México.

Artigos do Autor(a)

17 de Julho, 2011 - 00:08h

Hoje todos os indicadores importantes sobre o desempenho da economia mundial indicam que a crise se aprofunda. Dos Estados Unidos à Europa, passando pelo Japão e pela China, o barómetro anuncia uma tempestade que ameaça converter-se num furacão global.

14 de Julho, 2011 - 16:16h

Os economistas conservadores saíram desacreditados pela crise. Deviam estar escondidos, cheios de vergonha. Mas não é isso que acontece. Muito pelo contrário. Porquê?

27 de Junho, 2011 - 15:15h

Os principais pólos de crescimento da economia mundial estão em dificuldades e temos pela frente um longo processo de estagnação e de desigualdade crescente. Na Europa assistimos a uma obra-prima do engano e da manipulação. 

22 de Abril, 2011 - 11:31h

A Standard & Poor’s (S&P) modificou a sua avaliação de estável para negativa sobre os títulos da dívida dos EUA. A Standard & Poor’s simplesmente quer cravar o último prego no caixão da política monetária expansiva. O capital financeiro continua a ditar as directrizes da política macroeconómica.

27 de Fevereiro, 2011 - 00:00h

Quando se quer reduzir o défice, nem sempre é uma boa ideia cortar o gasto público. Quando existe capacidade instalada ociosa, um programa de investimento público é produtivo, gera maior arrecadação, reduz a necessidade de endividamento.

9 de Janeiro, 2011 - 00:45h

Agora com a crise global instalada, Chimérica está condenada à desintegração. A população dos Estados Unidos foi atingida e não poderá continuar a ser o consumidor insaciável de que a China precisa.

15 de Dezembro, 2010 - 00:48h

A principal preocupação do BCE é a solvência dos bancos alemães e franceses que tanto se expuseram na Irlanda e noutros países. E o plano de resgate está delineado para manter os seus estados financeiros em boa situação.

20 de Outubro, 2010 - 13:08h

As principais economias do mundo estão à beira de sofrer uma recaída de proporções alarmantes. A recessão em forma de W para a economia global é quase inevitável. Por Alejandro Nadal, La Jornada

17 de Outubro, 2010 - 10:35h

O sector bancário mundial descobriu há tempo que pode sobreviver saqueando a economia real, e que em caso de cair em bancarrota pode ser resgatado sem problemas e assim multiplicar exponencialmente os seus lucros.

18 de Agosto, 2010 - 13:01h

A administração Obama proclama aos quatro ventos que a economia americana recupera e que logo regressarão os tempos felizes. Infelizmente, os dados não permitem confirmar estas previsões "felizes". E, entretanto, o tempo corre. Por Alejandro Nadal, La Jornada.

Páginas