Está aqui

ZERO verifica incumprimentos no Aeroporto de Lisboa

A associação ambientalista ZERO detetou que o ruído causado pelos aviões do aeroporto de Lisboa ultrapassou o valor permitido em 11 decibéis. Para mais, o número de voos registados foi superior ao valor diário previsto.
Fotografia: website da ZERO
Fotografia: website da ZERO

A campanha “dÉCIBEIS A MAIS, O INFERNO NOS CÉUS” começou esta quinta-feira. Tendo feito medições a partir das 17 horas, obteve informações sobre o período noturno. O objetivo desta campanha é alertar e sensibilizar para o ruído dos aviões.

O equipamento “devidamente homologado e certificado” detetou que o ruído previsto na lei foi ultrapassado em 11 decibéis (dB), já que foi “registado um valor de 66,5 dB”.

Houve ainda incumprimentos relativos ao número de partidas em chegadas, já que foram detetados 28 voos entre a meia-noite e as seis da manhã, altura em que não é “suposto ocorrer qualquer movimento aéreo no Aeroporto de Lisboa”.

“Estes resultados preliminares permitem constatar desde já que há uma violação clara da legislação do ruído e do próprio regime de exceção do Aeroporto de Lisboa”, pode ler-se num comunicado lançado pela ZERO, que informou que irá exigir um inquérito e a penalização da ANA pelos incumprimentos.

O objetivo desta campanha é alertar e sensibilizar para o ruído dos aviões.

Termos relacionados Sociedade
(...)