Está aqui

Xi Jinping avisa o mundo que a China não se deixa "intimidar"

No discurso do centenário do Partido Comunista da China, o seu líder afirmou ter cumprido a meta da construção de uma sociedade “moderadamente próspera”.
Xi Jinping no centenário do PC chinês
Xi Jinping no centenário do PC chinês. Foto de Xie Huanchi/Xinhua

De casaco cinzento abotoado até à gola, à imagem de Mao Tsé Tung, o presidente chinês discursou esta quinta-feira na Praça Tiananmen, em Pequim, perante cerca de 70 mil pessoas, para assinalar o centenário do Partido Comunista da China (PCC). Citado pela agência Xinhua, Xi Jinping reafirmou a necessidade de defender a “firme liderança do PCC” enquanto elemento “determinante do socialismo com características chinesas” e da qual dependem “os interesses e o bem-estar de todo o povo chinês”.

Por entre elogios à história do partido, Xi anunciou que a China alcançou a primeira meta do centenário: a da construção de “uma sociedade moderadamente próspera em todos os aspetos”. "Isso significa que trouxemos uma resolução histórica para o problema da pobreza absoluta na China e agora marchamos a passos confiantes em direção à segunda meta centenária de transformar a China em um grande país socialista moderno em todos os aspetos", prosseguiu o líder do PCC, que é igualmente presidente do país e da sua Comissão Militar Central.

O presidente chinês guardava ainda no seu discurso alguns avisos à concorrência na disputa entre potências mundiais. “O povo chinês nunca permitirá que qualquer força estrangeira nos intimide”, afirmou Xi Jinping, avisando que quem o tentar fazer estará “em rota de colisão com uma grande parede de aço forjada por mais de 1.400 milhões de chineses”.

O poder militar chinês também mereceu elogios do chefe do partido, que voltou a defender a sua subordinação ao controlo do PCC. Numa cerimónia que contou com uma passagem de um esquadrão dos novos caças furtivos J-20 da aviação chinesa sobre a praça, Xi prometeu transformar a capacidade militar do país numas forças armadas “de classe mundial”, no momento em que conta com o segundo maior orçamento para despesas militares, apenas ultrapassado pelos Estados Unidos da América.

Termos relacionados Internacional
(...)