Está aqui

Transportadora Alsa Todi em greve no dia 30 de novembro

Três estruturas sindicais convocaram uma greve dos trabalhadores da transportadora Alsa Todi para o dia 30 de novembro. Lutam por melhores horários de trabalho, pois chegam a trabalhar catorze horas por dia sem intervalos.
Transportadora Alsa Todi em greve no dia 30 de novembro. Fotografia: Lisboa para as pessoas

O Sindicato Nacional dos Motoristas (SNM), o Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes (SITRA) e o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal (STRUP) convocaram uma greve dos trabalhadores da transportadora Alsa Todi para o último dia mês de novembro. 

Os trabalhadores lutam por horários de trabalho adequados, uma vez que chegam a fazer jornadas de trabalho de treze ou catorze horas diárias, sem intervalo. 

“Isto é inadmissível porque os trabalhadores não são máquinas. Além de afetar a relação dos trabalhadores com a empresa, esta situação coloca em causa a segurança de pessoas e bens”, afirmou Manuel Oliveira, do Sindicato Nacional dos Motoristas, à agência Lusa. 

 

O sindicalista esclareceu também que a greve abrange todos os trabalhadores da empresa, uma vez que se registam problemas noutros setores, como as bilheteiras porque muitas não têm condições adequadas. 

A Alsa Todi, empresa de transportes públicos rodoviários na Península de Setúbal, assegura os transportes públicos rodoviários nos concelhos de Setúbal, Moita, Montijo, Alcochete, Palmela e Barreiro, além das ligações intermunicipais no Barreiro e no Alentejo central.

Termos relacionados Sociedade
(...)