Está aqui

Trabalhadores na Central Termoelétrica do Ribatejo com dois meses de salários em atraso

O sindicato das indústrias, energia e águas de Portugal (SIEAP) denuncia que há trabalhadores da empresa HRQ na central elétrica do Carregado que não recebem salários há dois meses e acusa: “a EDP lava as mãos como Pilatos".
Há trabalhadores da central elétrica do Carregado que não recebem salários há dois meses - Foto wikimedia
Há trabalhadores da central elétrica do Carregado que não recebem salários há dois meses - Foto wikimedia

Em comunicado, o SIEAP denuncia que há trabalhadores da empresa HRQ que não recebem salários há dois meses. “ Vive-se uma situação difícil na casa de várias famílias”, sublinha o sindicato.

A HRQ é uma empresa que presta serviços à EDP Ribatejo e o comunicado sindical aponta que previu a situação, alertou a EDP, mas esta “mantém uma ineficácia de ação”.

O SIEAP refere que apresentou queixa à Autoridade para as Condições do Trabalho [ACT] e denuncia que a HRQ não tem pago o seguro de acidentes de trabalho.

No documento, o sindicato considera que a EDP, que “tem fomentado a precariedade e a subcontratação de empresas”, tem de “assumir responsabilidades” e coloca três questões:

Que espera a ACT para intervir? Que as pessoas passem fome?

Que espera a EDP para responsabilizar a HRQ?

Onde está a responsabilidade social a que está obrigada a EDP?

Termos relacionados Sociedade
(...)