Está aqui

Trabalhadores do Bankinter Portugal denunciam abusos das chefias

A Comissão de Trabalhadores do banco aponta que está a receber muitos relatos de trabalhadores, que “com receios de represálias não se querem expor”. A CT elogia a gestão da crise por parte da instituição e homeageia os trabalhadores.
Agência do Bankinter em Albufeira, 16 de junho de 2017 – Foto de Kolforn/wikimedia
Agência do Bankinter em Albufeira, 16 de junho de 2017 – Foto de Kolforn/wikimedia

Segundo o “Jornal Económico”, a Comissão de trabalhadores (CT) do Bankinter Portugal alerta que estão a ver mais abusos por parte das chefias e apela aos trabalhadores que denunciem essas situações.

“Os relatos que estamos a receber por parte dos trabalhadores são muitos, mas com receios de represálias não se querem expor”, diz a CT.

“Infelizmente, alguns casos chegam a roçar a má educação verbal, a falta de respeito e a humilhação dos trabalhadores, que facilmente e perigosamente se podem aproximar do assédio moral”, sublinham os representantes dos trabalhadores.

A CT elogia a gestão da crise por parte do banco e homenageia os trabalhadores que estiveram na linha da frente, nas agências e balcões, ou em teletrabalho.

O coordenador da CT, Alberto Tavares, aconselha: “Protejam-se e não coloquem em causa a vossa saúde nem a dos outros”.

Segundo o jornal, os resultados do Bankinter em Portugal no primeiro semestre de 2020 foram de 17 milhões de euros, uma queda de 50%, em relação a igual período de 2019.

Termos relacionados Sociedade
(...)