Está aqui

Terramoto e tsunami atingem o Japão

Foi o mais forte sismo a atingir o país nos últimos 140 anos. Agência de notícias Kyodo fala em mil mortos. Tsunami de enormes proporções invadiu algumas áreas costeiras.

Um terramoto de grau 8,9 da escala de Richter atingiu o Japão às 14h46 locais (05h46, hora portuguesa) e foi seguido de um tsunami de enormes proporções que invadiu algumas áreas costeiras. O epicentro do abalo foi na costa próxima à província de Miyagi, a 373 quilómetros da capital. Trata-se do mais forte terramoto a atingir o Japão nos últimos 140 anos, segundo os sismólogos.

Podem ter morrido mil pessoas, avança a agência de notícias japonesa Kyodo.  "Os estragos são tão grandes que ainda não conseguimos concentrar todas as informações", justificou um responsável da polícia nacional, citado pela AFP.

Em Sendai, capital da província de Miyagi, a energia eléctrica e o gás foram cortados na cidade. Duas réplicas, de magnitude inferiores a 6, atingiram o arquipélago e fizeram com que os prédios na capital balançassem continuamente.

O epicentro do abalo foi no fundo do mar, a uma distância de 160 quilómetros da costa, no mesmo local onde ocorreu um terremoto de 7,3 graus na última quarta-feira.

A TV pública NHK mostrou imagens de barcos e carros sendo arrastados pelo tsunami na região mais a leste de Tóquio. Muitas casas e regiões agrícolas foram atingidas pelas águas.

Os comboios e o metro pararam de circular e milhares de pessoas deixaram os altos edifícios comerciais da capital, enchendo as ruas.

Os tremores de terra são comuns no Japão, um dos países com mais actividades sísmicas do mundo, já que está localizado no chamado "anel de fogo do Pacífico".

Termos relacionados Internacional
(...)