Está aqui

SNS com menos 53 enfermeiros entre abril e maio

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) fez as contas: entre abril e maio, saíram 77 enfermeiros e foram admitidos 24. O balanço resulta em 53 enfermeiros a menos no SNS. O SEP diz ainda que, desde outubro de 2017, a situação se tem vindo a agravar.
O SEP lembra ainda que, há duas semanas, o ministro da Saúde informou que seriam autorizadas as contratações de dois mil profissionais, ainda que diga que esse número é “manifestamente insuficiente”.
O SEP lembra ainda que, há duas semanas, o ministro da Saúde informou que seriam autorizadas as contratações de dois mil profissionais, ainda que diga que esse número é “manifestamente insuficiente”.

Num comunicado lançado, a direção do SEP diz que estes são dados do Ministério de Saúde, que surgem numa altura em que “caminho para a rutura das instituições tem vindo paulatinamente a acontecer com o `fechar de olhos´ do Governo”.

O sindicato informa ainda que, entre outubro de 2017 e maio de 2018, saíram 384 enfermeiros e entraram “apenas 111”.

Assim, durante todo este período, o saldo é de 273 enfermeiros a menos, o que, de acordo com o sindicato, “aumenta a pressão sobre as instituições”.

O SEP lembra ainda que, há duas semanas, o ministro da Saúde informou que seriam autorizadas as contratações de dois mil profissionais, ainda que diga que esse número é “manifestamente insuficiente”.

Termos relacionados Sociedade
(...)