Está aqui

Sequela de The Handmaid's Tale será lançada em mil cinemas

O livro The Handmaid's Tale vai ter uma sequela que se passa 15 anos depois da história original. O lançamento será feito a 10 de setembro com uma entrevista transmitida em direto em mil cinemas de todo o mundo.
Filmagem da série. Foto de Victoria Pickering/Flickr

O livro original de 1985, traduzido em português como A História de uma Serva, tornou-se uma ficção icónica do feminismo retratando uma ditadura teocrática, puritana e retrógrada, num futuro distópico em que as mulheres são escravizadas, a república de Gilead.

Depois veio a série de televisão. Veio Trump, Bolsonaro entre outros. Vieram os protestos feministas em vários pontos do mundo, como na Argentina e na Irlanda, que utilizam a imagem da série e a simbologia da resistência à opressão.

Margaret Atwood escreveu agora The Testaments uma sequela à história original. Diz que foi inspirada pelas perguntas que foi recebendo ao longo do tempo sobre o universo de Handmaid's Tale mas também “pelo mundo em que estamos a viver.”

O lançamento será feito com uma entrevista conduzida por Samira Ahmed, transmitida simultaneamente em mil cinemas de vários países. Os bilhetes começarão a ser vendidos na próxima sexta-feira mas até agora não há informações sobre Portugal. E, dada a sua dedicação às causas das mulheres, o grupo feminista Equality Now será parceiro neste lançamento.

Termos relacionados Cultura
(...)