Está aqui

Secretas: Bloco quer conclusões no Parlamento

O primeiro-ministro negou aos deputados o acesso às conclusões da investigação às fugas de informação no SIED para a Ongoing. A deputada Cecília Honório quer que Passos Coelho explique os fundamentos da invocação do segredo de Estado neste caso.
O Bloco diz que "o apelo ao permanente silêncio e ao permanente segredo não favorecem nem a tranquilidade dos cidadãos nem o próprio trabalho dos serviços de informação". Foto cordyceps/Flickr

"Ou o primeiro-ministro fundamenta de modo muito claro esta classificação de segredo de Estado, ou tem de entregar o relatório à Assembleia da República", disse a deputada bloquista, exigindo "rigor e transparência". O Bloco defende que "a classificação de segredo de Estado foi mal fundamentada" pelo Governo e que "os portugueses têm direito a conhecer as conclusões" da investigação, "expurgadas as componentes que a lei preserva".

A investigação nos serviços secretos foi provocada pelas notícias acerca de um acesso ilegal a documentos do Serviço de Informações Estratégicas de Defesa (SIED) por parte dum seu antigo dirigente, entretanto contratado pelo grupo de comunicação Ongoing.

“Entendemos é que esta invocação do segredo de Estado de uma forma tão restritiva, este apelo ao permanente silêncio e ao permanente segredo não favorecem nem a tranquilidade dos cidadãos nem o próprio trabalho dos serviços de informação e é por isso que apresentamos este requerimento”, afirmou Cecília Honório.

"O segredo de Estado é invocado de forma restritiva mas o país ficou a saber, por notícias veiculadas pelo semanário Expresso, que responsáveis pelo SIED detinham o registo de telefonemas de um jornalista", refere o requerimento apresentado esta segunda-feira pelo Bloco e dirigido ao primeiro-ministro.

Artigos relacionados: 

AnexoTamanho
PDF icon Requerimento Relatorio SIED249.4 KB
Termos relacionados Política
(...)