Está aqui

"Registamos como positiva a ligeira redução da abstenção"

Candidatura de Marisa Matias reagiu às projeções da abstenção, lamentando problemas com que os eleitores portugueses no estrangeiro se deparam.
Foto de António Cotrim/Lusa

Direção de campanha de Marisa Matias reagiu aos resultados da abstenção pouco depois das 19h00, aproveitando para “saudar o ato democrático pela forma civilizada e democrática como decorreu”.

Para Fabian Figueiredo, diretor de campanha, “as projeções que temos dão uma ligeira redução da abstenção em relação ao último ato eleitoral o que registamos como positivo porque houve nos últimos quatro anos, fruto das políticas de austeridade, uma emigração de mais de meio milhão de pessoas, que infelizmente não conseguem participar no ato eleitoral pelos mais diversos problemas que enfrentam”.

“Há uma parte dos portugueses, como é publico e sabido, que não pôde participar neste ato eleitoral”, frisou.

Fabian Figueiredo referia-se ao vários cidadãos portugueses no Estados Unidos que não puderam votar, mas que ainda terão oportunidade de exercer o seu direito de voto, e “aos cidadãos portugueses residentes no estrangeiro que ano ato eleitoral após ato eleitoral se deparam com problemas que já não deveriam existir, portanto nós sublinhamos como sendo positivo finalmente existir a vontade de um governo em introduzir o voto electrónico para as comunidades portuguesas puderem participar democraticamente e em igualdade de circunstâncias”.

Termos relacionados Marisa 2016, Política
(...)