Está aqui

Recomendação: “O Plano”, de Steve Sprung

E se o Reino Unido deixasse de produzir armamento para se dedicar a coisas socialmente úteis? Em 1976 isto quase aconteceu, por iniciativa dos trabalhadores. “O Plano”, de Steve Sprung, será exibido no DocLisboa dia 27 de outubro, pelas 14h15 na Culturgest.
"Não à produção de armas. Queremos trabalho socialmente útil". "The Plan", de Steve Sprung.

“O Plano” aborda um momento único na democracia laboral britânica, quando, em 1976, milhares de trabalhadores de dezoito fábricas e onze sindicatos da indústria do armamento se coordenaram para apresentar um plano económico de produção de coisas “socialmente úteis”. Se produziam turbinas para aviões de guerra, também eram capazes de produzir turbinas eólicas. E fizeram-no de facto, construído protótipos funcionais para uma economia verde. Há quarenta anos.

O governo era do Partido Trabalhista que, precisamente em 1976, chama o Fundo Monetário Internacional para uma intervenção económica que aplica de forma entusiasmada, antecipando e preparando o terreno para o que viria a ser conhecido por “thatcherismo”. Os efeitos para o movimento trabalhista são devastadores e “o plano” é enterrado ainda pelo governo trabalhista que entra em colisão direta com os sindicatos.

Quarenta anos depois, “O Plano” ganha nova relevância num contexto político onde Jeremy Corbyn, líder do Partido Trabalhista e putativo primeiro-ministro do Reino Unido, apresenta no seu programa um plano de renacionalização de setores da economia, e a introdução de alguns mecanismos (tímidos) de participação dos trabalhadores na estrutura acionista e administração das empresas.

Para Steve Sprung, o que distingue o plano dos trabalhadores em 1976 era o seu caráter “democrático e revolucionário”, com um sindicalismo “não apenas defensivo [que vai caracterizar a relação com o thatcherismo] mas com capacidade de auto-organização e proposta”, de tal forma que esteve à beira de criar uma revolução económica, diz em conversa com o Esquerda.net. E isto é algo “que nos pode dar lições para o momento atual”.

“O Plano”, de Steve Sprung, será exibido no dia 27 de outubro, pelas 14h15 na Culturgest.

Joana Campos e Tiago Ivo Cruz acompanham a 16ª edição do DocLisboa.

 

Termos relacionados DocLisboa2018, Cultura
(...)