Protestos levam secretário de Estado dos Transportes a abandonar conferência

03 de junho 2013 - 11:44

O secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, abandonou hoje a conferência “A região metropolitana, a mobilidade e a logística” que se ia iniciar em Lisboa após ter sido impedido de falar por um grupo de manifestantes. No protesto abriu-se uma faixa onde se podia ler “swaps? Basta de alimentar especuladores com o roubo dos nossos salários”.

PARTILHAR
Na foto: Secretário de Estado dos Transportes Sérgio Monteiro

P { margin-bottom: 0.21cm; }

Quando o secretário de Estado se preparava para falar, cerca de duas dezenas de manifestantes da Federação dos Sindicatos e Comunicações (FECTRANS)levantou-se, começou a rir e a gritar: "Queremos o nosso dinheiro, este Governo para a rua".

De seguida, o grupo abriu uma faixa onde se lia "swaps? Basta de alimentar especuladores com o roubo dos nossos salários".

Os manifestantes coloram narizes de palhaços e mostraram cartões vermelhos a Sérgio Monteiro.

Minutos depois, quando a organização tentou retomar os trabalhos, os protestos recomeçaram e ouviram-se gritos. Os manifestantes disseram que se recusavam a terminar o protesto pelo que o governante interveio numa tentativa de continuar a conferência.

“Respeito a liberdade de manifestação e de expressão, mas ela também tem que ser um valor respeitado por vós”, afirmou Sérgio Monteiro.

Em resposta, continuou a ouvir-se “Governo para a rua” e o secretário de Estado levantou-se e abandonou a sala.

O sindicalista da FECTRANS, Manuel Leal, lamentou que os representantes dos trabalhadores e dos utentes não tenham sido convidados a participar na conferência e exigiu a demissão do Governo.

“É inadmissível que um Governo que deu cobertura ao autêntico escândalo financeiro que são as swaps continue em funções. Deve levar o mesmo caminho que - alguns - administradores levaram: o seu afastamento e a sua responsabilização política e criminal”, frisou.

Para Manuel Leal, “se houve tentativa de cortar a liberdade de expressão, esta foi em relação às organizações representativas dos trabalhadores”.

A Área Metropolitana de Lisboa realiza hoje a conferência “A região metropolitana, a mobilidade e a logística”.

Esta Conferência, promovida pela Comissão Permanente de Transportes e Mobilidade da Assembleia Metropolitana de Lisboa, tem como principal objetivo debater o Plano Estratégico de Transportes no âmbito da Área Metropolitana de Lisboa.