Está aqui

Prémios Goya distinguem canção de homenagem às vítimas dos despejos

Sílvia Pérez Cruz ganhou o Goya para a melhor canção que faz parte da banda sonora do que filme Cerca de tu Casa, um musical que aborda o drama de milhares de espanhóis que foram desalojados de suas casas nos últimos anos.
Sílvia Cruz teceu duras criticas às políticas de austeridade do Governo de Rajoy. Foto Alchetron
Sílvia Cruz teceu duras criticas às políticas de austeridade do Governo de Rajoy. Foto Alchetron

Visivelmente emocionada, a interprete de “Ai, Ai, Ai” nome de uma canção do filme de Eduard Cortés, Cerca de Tu Casa subiu ao palco para os habituais agradecimentos e teceu duras criticas à insensibilidade de um sistema que arrasta milhares de pessoas para a pobreza para favorecer o enriquecimento de alguns.

É indecente haver gente sem casa e casas sem gente

Sílvia Cruz- que nasceu em Palafrugell, em 1983 - cantou ainda uma parte de outra canção com o nome No hay tanto pan que também faz parte da banda sonora do filme tendo terminado com um verso onde diz: “É indecente haver gente sem casa e casas sem gente”.

As duas canções fazem parte do disco “Domus”- que significa casa em Latim – que saiu em fevereiro de 2016 e foram inicialmente concebidas para integrar banda sonora do filme de Eduard Cortés mas acabaram por ser integradas no seu último trabalho discográfico.

Além de compor e produzir os temas musicais para o filme, a cantora participou na elaboração do guião e integrou também seu elenco tendo sido igualmente nomeada para o Goya de melhor atriz revelação.

 

 

 

 

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Cultura
(...)