Está aqui

PR perdeu oportunidade de tomar posição sobre fim dos debates quinzenais

O Presidente da República não comentou o diploma do fim dos debates quinzenais. Para Pedro Filipe Soares, “havia uma oportunidade relevante para impedir a degradação da qualidade da nossa democracia que não foi aproveitada”.
Foto de Manuel Almeida, Agência Lusa.
Foto de Manuel Almeida, Agência Lusa.

O fim dos debates quinzenais, aprovado na Assembleia da República por acordo entre o Partido Socialista e o Partido Social Democrata, fazia parte do conjunto de diplomas apreciados pelo Presidente da República esta terça-feira.

Contudo, e ao contrário do veto destinado à Lei do Mar, Marcelo Rebelo de Sousa decidiu não comentar o diploma.

Para o líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, “havia uma oportunidade relevante para impedir a degradação da qualidade da nossa democracia, tomando posição sobre o fim dos debates quinzenais, coisa que não foi aproveitada pelo PR”.

Todavia, diz ainda, “na oportunidade que agora se abre, o Bloco de Esquerda irá defender a nossa democracia e insistir nessa posição de transparência e fiscalização”.

Proposta de PS e PSD é “expressão da arrogante desvalorização política do Parlamento”
Termos relacionados Política
(...)