Está aqui

As PPP custaram em 2014 mais 60% do que em 2013

As parcerias público-privadas (PPP) custaram ao Estado 1.543,8 milhões de euros em 2014. Os custos das PPP rodoviárias mais do que duplicaram.
PPP rodoviárias custaram 1.069,3 milhões de euros em 2014, mais do dobro do ano anterior

Segundo o “Dinheiro Vivo”, o boletim do 4º trimestre de 2014 da Unidade Técnica de Acompanhamento de Projetos (UTAP) revelou que as PPP custaram ao Estado 1.543,8 milhões de euros em 2014, enquanto no ano anterior tinham custado 971,6 milhões de euros – um agravamento de 60%.

O maior agravamento deu-se nas PPP rodoviárias, que custaram 1.069,3 milhões de euros em 2014 e tinham custado 514,4 milhões de euros em 2013. Trata-se de um agravamento de 108%, ou seja mais do dobro dos gastos.

Em 2014, os encargos com as PPP's rodoviárias representaram 69% dos gastos do Estado com o total das PPP's. Os gastos com as PPP's da saúde representaram 27%, enquanto os gastos com as PPP's da segurança representaram 3% e os das ferroviárias 1%.

O acentuado agravamento dos custos das PPP's rodoviárias, deveu-se ao início de pagamento das subconcessões Transmontana, Baixo Tejo, Litoral Oeste e Douro Interior.

Os custos das PPP ferroviárias também se agravaram devido a uma indemnização de 4,5 milhões de euros ao consórcio que tinha sido contratado para construir o projeto de Alta Velocidade entre Lisboa e Poceirão.

As PPP's da segurança custaram mais 8% e as da saúde mais 3%. As PPP's da segurança custaram 49,3 milhões de euros e as da saúde 412 milhões de euros.

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)