Está aqui

PP e Ciudadanos votam ao lado do Vox para ilegalizar independentistas

Os três partidos aprovaram esta quinta-feira uma proposta da Assembleia de Madrid a pedir ao governo a “ilegalização imediata” dos partidos “que atentem contra a unidade da Nação”.
Assembleia de Madrid.
Assembleia de Madrid. Foto Wikipédia

Embora a proposta não tenha quaisquer consequências práticas, o significado político é claro: os dois partidos da direita espanhola associam-se ao desejo da extrema-direita de reprimir a expressão política do movimento pela independência catalã, propondo mesmo à União Europeia que coloque os Comités para a Defesa da República — os CDR que organizam ações de desobediência civil na Catalunha — na lista de organizações terroristas.

No debate no parlamento da região de Madrid, onde a direita está em maioria, a oposição criticou duramente PP e Ciudadanos por “seguir os cantos de sereia do Vox”. “Peço ao PP e ao Ciudadanos que não continuem a dançar ao ritmo a que toca o Vox, porque é um ritmo de marchas prussianas”, afirmou o deputado Jacinto Morano, do Unidas Podemos Madrid en Pie.

“Em democracia as leis são aplicadas pelos juízes e tribunais, e não de forma arbitrária”, acrescentou Pablo Gómez Perpinyà, do Más Madrid. Por seu lado, o deputado do PSOE José Uribes lembrou que são os atos e não as palavras que podem constituir delito e que “essa é a grandeza da nossa democracia constitucional”.

Termos relacionados Internacional
(...)