Está aqui

População de Paio Pires tem razão para se preocupar com qualidade do ar

Comissão parlamentar de Ambiente visitou a Siderurgia Nacional (SN) e concluiu que a população de Paio Pires, no concelho do Seixal, tem razão para estar preocupada com a poluição.
Pedro Soares, presidente da comissão parlamentar de Ambiente, fala aos jornalistas durante a visita à Siderurgia Nacional em Paio Pires, 15 de fevereiro de 2019 – Foto de Miguel A. Lopes/Lusa
Pedro Soares, presidente da comissão parlamentar de Ambiente, fala aos jornalistas durante a visita à Siderurgia Nacional em Paio Pires, 15 de fevereiro de 2019 – Foto de Miguel A. Lopes/Lusa

“As populações de Paio Pires têm toda a razão em estarem preocupadas e em quererem que haja a melhoria da qualidade do ar, por isso, é necessário compatibilizar e que hajam medidas”, defendeu o presidente da comissão, Pedro Soares do Bloco de Esquerda, segundo a Lusa.

O deputado afirmou também que “é evidente que há um problema de ruído, que há um problema de poluição. A empresa tem procurado fazer algum investimento no sentido do controle, mas é assumido que ainda não é o suficiente e tem de continuar a fazer esse investimento. Há o compromisso de construir barreiras de ruído até ao final do ano”.

O deputado bloquista disse que a principal fonte de emissão de poeiras é o “processo industrial na aciaria”, mas assinalou que existem outras preocupações, como uma “escombreira enorme de resíduos”, e defendeu que a rede de monitorização do ar deve ser alargada.

Segundo Pedro Soares, as partículas que podem ser mais perigosas para a saúde “não estão a ser controladas” e a única estação de monitorização fica no Laranjeiro, a sete quilómetros de Paio Pires.

A comissão parlamentar vai alertar a Assembleia da República, o Governo e o ministério do Ambiente para a situação.

“O que vamos fazer é tomar medidas junto do Governo, do Ministério do Ambiente e da Agência Portuguesa do Ambiente (APA) no sentido se verificar o cumprimento da licença ambiental. Do nosso ponto de vista há situações que não estão a ser cumpridas. (…) É necessário confrontar a APA com esta questão para que hajam conclusões”, afirmou o deputado.

O presidente da comissão parlamentar de ambiente saudou ainda a Câmara do Seixal por ter pedido um estudo epidemiológico, uma Carta da Qualidade do Ar e a avaliação do impacto das poeiras na saúde da população, frisando que “devia ter sido uma iniciativa da APA”.

A comissão esteve ainda reunida com moradores que falaram sobre o receio do impacto da poluição na população. João Carlos Pereira do grupo “Os Contaminados”, que luta contra a poluição da SN, disse que iria informar os deputados sobre “os casos de carcinoma de pulmão e doença pulmonar obstrutiva crónica em Aldeia de Paio Pires, que são superiores à média nacional”.

Na visita à Siderurgia Nacional também esteve presente a deputada bloquista Joana Mortágua, eleita pelo distrito de Setúbal. Nessa visita a deputada comprometeu-se a visitar a freguesia e a tomar iniciativas parlamentares:

 

Termos relacionados Política
(...)