Está aqui

Plenário da CGTP defende mais distribuição da riqueza

Reúne nesta quinta-feira o plenário de sindicatos da CGTP. Em discussão vão estar a estratégia da central sindical para o início de 2019 e as exigências dos trabalhadores. Segue-se um desfile e a entrega de um caderno reivindicativo ao governo.

Arménio Carlos apresenta os eixos principais da proposta em discussão. A CGTP está contra a proposta governamental de revisão do Código do Trabalho, pretende a dinamização da contratação coletiva, o combate à precariedade e a melhoria dos serviços públicos.

A CGTP defende igualmente um aumento generalizado dos salários de forma a melhorar a distribuição da riqueza: “quando se fala no abrandamento da economia, nada melhor que aumentar o rendimento das famílias, pois isso, além de melhorar as suas condições de vida, irá contribuir para dinamizar a economia” esclareceu Arménio Carlos em entrevista à Lusa.

Para além da agenda sindical, em discussão estarão ainda as comemorações dos 45 anos da Revolução de Abril e do 1.º de Maio em liberdade.

No final deste plenário, haverá um desfile para o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e a entrega do caderno reivindicativo ao governo.

Termos relacionados Sociedade
(...)