Está aqui

Perdeu rendimentos e quer renegociar a renda da casa? Está aqui a minuta.

A iniciativa é da associação Rés do Chão - Direito à Habitação e dirige-se aos inquilinos em dificuldades financeiras devido à pandemia. Este sábado às 21h, há debate on-line sobre respostas à crise da habitação em tempo de Covid-19.

A associação Rés do Chão - Direito à Habitação, constituída por um grupo de ativistas, juristas e advogadas/os, que lutam e trabalham em conjunto pelo direito à habitação, lançou esta quarta-feira uma minuta de carta para renegociar o valor ou suspender as rendas, como forma de apoio às pessoas que viram os seus rendimentos reduzidos em consequência do surto covid-19.


Download da minuta nos formatos PDF, em ODT ou DOCX


Esta organização, que afirma ter recebido inúmeras queixas de pessoas que têm muita dificuldade em suportar o valor das rendas neste momento de crise pandémica, disponibiliza a minuta e dá instruções para envio no seu site (ver aqui). Defendem que o Governo deve tomar medidas para suspender o pagamento das rendas dos créditos à habitação para quem teve perdas de rendimento.

Em conjunto com a Fundação Rosa Luxemburgo, estas organizações vão promover uma sessão pública por videoconferência com o tema COVID-19 – Responder à Crise da Habitação, no dia 28 de Março, pelas 21h, através do Facebook (aqui) e do Youtube e contará com Intérprete de Língua Gestual Portuguesa. Segundo os promotores, “esta crise sanitária irá provocar uma crise habitacional sem precedentes”. Pretendem ouvir quem estuda e luta pelo direito à habitação e aprender com as suas experiências. Contam com as intervenções dos seguintes ativistas: Vasco Barata, pela Rés do Chão – Direito à Habitação; Fabiana Pavel, pelo Morar em Lisboa; Javier Rubio, da CAES Abogad@s; Marcelo Pérez, do Movimiento Cooperativo de Viviendas.

Termos relacionados Covid-19, Sociedade
(...)