Está aqui

“O que conta é a segurança das pessoas”

Catarina Martins, na sua mensagem de ano novo, faz o balanço do trabalho do Bloco e do “muito” que está “por fazer” no país, das “injustiças e das dificuldades” que persistem. E olha para 2019 como “um ano de decisões”.

O balanço da coordenadora do Bloco é sobre uma legislatura: “tivemos apenas 10% dos votos, mas nestes anos transformámos cada voto que nos confiaram em mudanças concretas: fim dos cortes, recuperação das pensões e apoios sociais, aumento do salário mínimo, menos impostos sobre o trabalho, contrato efetivo para milhares de vítimas da precariedade, tarifa social da energia, moratória sobre os despejos, respeito pelas carreiras contributivas, manuais escolares gratuitos,é redução das propinas, mais abono de família.” Considera assim que “fizemos tudo o que podíamos fazer com a força que nos deram”.

Catarina Martins não esquece também o “muito” que está “por fazer”, as “injustiças” e as “dificuldades”. Por isso, compromete-se a responder “com mais força para garantir o que conta” no próximo ano”.

No centro das suas atenções está “a segurança das pessoas”: “a segurança da pensão sem cortes e do salário digno. A segurança de ter um contrato de trabalho e uma casa onde morar. A segurança de ter acesso à saúde e aos transportes. A segurança de ter apoio nos momentos mais difíceis. A segurança de ter a creche e a escola pública, gratuitas.” E também “a responsabilidade de proteger Portugal dos mercados financeiros, de criar emprego e de ter serviços públicos capazes. A responsabilidade de combater desigualdades sociais e territoriais, de uma estratégia para as alterações climáticas.”

Num ano de 2019 que será “de decisões”, em causa estará a escolha do “nosso futuro”. E Catarina assegura “estamos onde sempre nos encontramos. Caminhamos lado a lado.”

Mensagem de Ano Novo de Catarina Martins | ESQUERDA.NET

Termos relacionados Política
(...)