Está aqui

“Novos Olhares” percorre os caminhos de realizadores nascidos após o fascismo

A Cinemateca inicia esta sexta-feira um ciclo dedicado ao cinema português com o objetivo de abrir uma reflexão sobre os percursos que estão a ser seguidos pelos novos realizadores portugueses.
Foto de Pedro/Flickr
Foto de Pedro/Flickr

Durante o mês de março serão exibidos mais de 30 filmes que refletem "um universo muito amplo e dificilmente demarcável", de realizadores que nasceram "no período histórico pós-1974" e exibiram o seu cinema "já depois da viragem do século".

Na abertura deste ciclo intitulado “Novos Olhares", serão exibidos filmes que representam dois momentos distintos do percurso do cineasta João Salaviza : a curta-metragem “Arena”, que ganhou a Palma de Ouro do Festival de Cannes, em 2009, e “Montanha”, a sua primeira longa-metragem, realizada em 2015.

As outras escolhas do ciclo “Novos Olhares” terão primeira exibição na Cinemateca, já depois de terem feito ou continuarem a fazer o percurso entre festivais e programações internacionais.

Estão neste caso, o documentário “É na Terra não é na lua” de Gonçalo Tocha que se debruça sobre o universo da ilha do Corvo, nos Açores, e “A nossa forma de vida”, de Pedro Filipe Soares que foram ambos premiadas no DocLisboa, em 2011.

Esta mostra contará ainda com três "triplas": "A minha mãe é pianista", "Entrecampos" e "Maria do Mar", de João Rosas, e "Incêndio", "Outubro acabou" e "Confidente", coassinados por Miguel Seabra Lopes e Karen Akerman.

Importa ainda referir a obra com o título “Rhoma Acans”, filme de escola de Leonor Teles, e também “Balada de um batráquio”, vencedor do Urso de Ouro de melhor curta-metragem no Festival Internacional de Cinema de Berlim, em 2016.

A iniciativa prolonga-se por abril e maio, tendo apenas sido anunciados os realizadores em destaque, entre os quais podemos encontrar Marta Pessoa, Cláudia Varejão, André Gil Mata, António da Silva, Carlos Conceição, Gabriel Abrantes, Rodrigo Areias, Patrick Mendes e Diogo Costa Amarante, que no passado mês de fevereiro ganhou o Urso de Ouro em Berlim com o filme “Cidade Pequena”.

Termos relacionados Cultura
(...)