Está aqui

Noam Chomsky: democracias europeias entraram em colapso

Falando em Roma, o intelectual e ativista político deu como exemplo o governo do ex-comissário europeu Mario Monti em 2011: “Este político foi nomeado pelos burocratas de Bruxelas e não pelos eleitores”.
Chomsky no Festival de Ciências de Roma: neoliberalismo é "um grande ataque contra a população mundial, o maior ataque ocorrido nos últimos 40 anos".

“As democracias europeias entraram em colapso total, independentemente da cor política dos governos, porque as decisões são tomadas em Bruxelas”, disse este sábado em Roma o linguista e ativista política norte-americano Noam Chomsky.

Numa intervenção durante o Festival das Ciências de Roma, Chomsky advertiu que com a destruição das democracias na Europa dirigimos-nos a ditaduras.

Referindo-se ao país onde se encontrava, sublinhou que a democracia deixou de existir desde que chegou ao governo o ex-comissário europeu Mario Monti em 2011. “Este político foi nomeado pelos burocratas de Bruxelas e não pelos eleitores", disse Chomsky, citado pelo portal de notícias italiano Rai News.

Trata-se porém de um fenómeno que ocorre a nível global.

“Até uma fonte insuspeita, o Wall Street Journal tem escrito que a democracia dos Estados Unidos está à beira do colapso, pois todo o governo, seja de direita ou de esquerda, segue a mesma política”, afirmou, descrevendo o neoliberalismo como "um grande ataque contra a população mundial, o maior ataque ocorrido nos últimos 40 anos".  

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Internacional
(...)