Está aqui

“Ninguém pode estar excluído deste momento da democracia”

Esta segunda-feira, à saída de uma reunião com a ACAPO, Catarina Martins informou que o “Bloco vai ter o seu material eleitoral acessível a toda a gente”.
Fotografia: commons/wikimedia.org
Fotografia: commons/wikimedia.org

Acompanhada por José Gusmão, Alexandre Abreu e Manuel Grilo, a coordenadora do Bloco informou a comunicação social de que o Bloco terá o seu manifesto eleitoral disponível para a toda a gente. O objetivo é que as pessoas “possam fazer escolhas informadas e participar nos processos eleitorais”.

Assim, o Bloco, para além de disponibilizar o seu manifesto eleitoral em braile, em lingua gestual portuguesa e em leitura fácil, vai ter também as ações de campanha com o máximo de acessibilidade possível. Ou seja, “todos os locais onde serão feitos comícios ou sessões públicas são preferencialmente acessíveis a pessoas com diversidade funcional” e o Bloco garante que “em todos há interpretação em língua gestual portuguesa”. Para mais, garante “que qualquer pessoa com dificuldade de mobilidade pode contactar o Bloco e garantir que tem apoio para poder estar nas nossas ações durante a campanha eleitoral”.

“Ninguém pode estar excluído deste momento da democracia”, afirma a coordenadora do Bloco, lembrando que é a primeira vez que uma campanha é feita assim e apelando aos outros partidos para que sigam este caminho. “É um esforço que acho que deve ser feito por toda a gente e o Bloco está muito empenhado nele”, afirmou Catarina Martins.

414350842630918

Termos relacionados Política
(...)