Está aqui

Monsanto intima Avaaz para obter dados privados da organização

A Avaaz informa que recebeu uma intimação judicial de 168 páginas da Monsanto, que exige a entrega de “todos os emails, anotações ou qualquer registo que mencione a Monsanto, incluindo nomes e emails de membros que assinaram campanhas” sobre a mega corporação.
Foto de Karen Eliot, Flickr.

“Isto é sério. Eles são uma mega corporação de 50 mil milhões de dólares, conhecidos por usar poderosas táticas jurídicas como esta. Possuem recursos ilimitados, e se tiverem acesso às informações privadas da Avaaz, sabe-se lá como poderão usar esses dados”, alerta a organização.

A Avaaz afirma não saber qual o plano da Monsanto, mas lembra que a organização “tem derrotado repetidamente” a multinacional em batalhas regulatórias, como quando impediu “a renovação a longo prazo do herbicida glifosato, o pilar do império químico deles”.

“Como estamos a vencer, resolveram mudar as suas táticas”, frisa a Avaaz.

A intimação sugere que a Monsanto precisa dos dados “para se defender de ações judiciais coletivas que alegam que o glifosato causa cancro”.

Sublinhando que a mega corporação tem o “respaldo de um tribunal nos EUA”, a Avaaz apela a doações para poder contratar os melhores advogados.

“Não existem hoje no mundo muitas outras corporações que sejam maiores ou piores que a Monsanto. Mas o facto de podermos realmente vencê-los mostra o quão grande o nosso movimento popular se tornou. Se nos unirmos com esperança e determinação, nós realmente podemos mudar o mundo”, escreve a Avaaz.

Termos relacionados Internacional
(...)