Está aqui

Moedas e PS juntam-se para aumentar apoio à Web Summit em 50%

Vereadores do PS em Lisboa aprovaram aumento do apoio de quatro para seis milhões de euros. Beatriz Gomes Dias diz que esse dinheiro deveria servir para "ajudar as famílias e empresas que sofrem com o enorme aumento do custo de vida".
Enquanto comissário europeu, Moedas já tinha ido à Web Summit acenar com um cheque. Foto Web Summit/Flickr

Na reunião desta quarta-feira do executivo municipal de Lisboa, os vereadores socialistas aliaram-se à direita para viabilizar o aumento do apoio oferecido pelo município à Web Summit. Em vez dos quatro milhões de euros inicialmente previstos para este ano, os cofres municipais vão pagar seis milhões aos organizadores do evento, justificando a diferençacom a inflação.

“Os impactos da inflação caem sobre a Câmara, mas os lucros vão para Paddy Cosgrave”, diz a vereadora bloquista Beatriz Gomes Dias, citada pelo Observador.

Para o Bloco de Esquerda, que votou contra a proposta, a verba agora aprovada, que representa um aumento de 50% face ao previsto, podia ser investida noutras áreas em benefício dos munícipes, como a habitação, onde com o mesmo dinheiro "seria possível reabilitar 275 fogos de habitação municipal, construir 30 fogos de renda acessível ou ajudar as famílias e empresas que sofrem com o enorme aumento do custo de vida.”

Termos relacionados Política
(...)