Está aqui

Milhares de pessoas na primeira Marcha de Orgulho Gay em Sarajevo

Mais de duas mil pessoas desfilaram este domingo em Sarajevo. Foi a primeira Marcha de Orgulho Gay organizada na capital bósnia, em protesto “contra o ódio” que atinge as pessoas LGBT.
Fotografia: Fehim Demir, EPA/Lusa
Fotografia: Fehim Demir, EPA/Lusa

No local, estiveram presentes mais de 1100 polícias, enviados para contornar o centro da cidade ao longo da rota do protesto, de acordo com a France Press. A porta-voz da polícia, Mirza Hadziabdic, afirmou que a marcha se desenrolou sem incidentes. Em 2008 e em 2014, grupos radicais homofóbicos atacaram participantes em festivais de temática LGBT.

Sarajevo foi a última capital dos Balcãs a organizar uma marcha deste tipo. A marcha foi feita ao longo de um percurso de 1500 metros, tendo como ponto de partida um monumento dedicado à libertação da cidade no fim da Segunda Guerra Mundial. Chegados os manifestantes ao parlamento, foram proferidos discursos.

Vários embaixadores de diversos países marcaram presença no desfile.

Com um população de 3,5 milhões, a Bósnia proíbe oficialmente a discriminação com base na orientação sexual. Contudo, esta proibição não se reflete noutras leis, já que a união entre pessoas do mesmo sexo não é reconhecida.

Várias associações e vários partidos políticos da Bósnia reagiram à marcha de orgulho gay. Após o pedido de uma associação, no sábado, centenas de famílias marcharam “pela família tradicional”, na mesma rota. No domingo, 150 pessoas reuniram-se num parque para protestar contra a marcha LGBT.

Termos relacionados Internacional
(...)