Está aqui

Metro de Lisboa em greve na manhã de 24 de junho

Os trabalhadores do Metro de Lisboa vão estar em greve entre as 5h00 e as 9h30, no dia 24 de junho. Lutam por progressões na carreira, valorização salarial e das carreiras, bem como pelo preenchimento do quadro operacional.
Metro de Lisboa em greve na manhã de dia 24 de junho. Fotografia de Paulete Matos

As organizações de trabalhadores do Metropolitano de Lisboa decidiram avançar com um pré-aviso de greve parcial para dia 24 de junho, na sequência de uma reunião com a administração em que não surgiram “dados novos sobre os temas que os trabalhadores querem ver resolvidos e em torno dos quais pretendem um acordo”, afirma a Federação dos Sindicatos dos Transportes e Comunicações (FECTRANS) em comunicado

A estrutura sindical acrescenta que "após intenso debate sobre estas matérias, o Presidente terminou a reunião não aceitando o desafio de demonstração de boa-fé negocial, ou seja, o assumir da resolução das matérias absolutamente gestionárias com um redondo ‘não me apetece…’". 

Recorde-se que, no dia 25 de maio, os trabalhadores do Metro de Lisboa estiveram também em greve, o que levou à paralisação do Metro em Lisboa na parte da manhã. Em declarações à imprensa neste dia, a dirigente da FECTRANS Anabela Carvalheira afirmou que a greve foi “um grande êxito”, acrescentando que esta constitui “uma demonstração inequívoca da vontade dos trabalhadores em lutar pela valorização dos salários, pela valorização das suas carreiras, pela prorrogação dos acordos de Empresa e pela contratação de novos trabalhadores”. Estes pressupostos de luta mantém-se e são a base de reivindicação para a greve parcial de dia 24 de junho. 
 

Termos relacionados Sociedade
(...)