Marisa Matias: "O Presidente só pensa em dividir”

23 de outubro 2015 - 15:55

Marisa Matias acusa o atual Presidente da República de fazer “um entendimento abusivo das funções presidenciais” com o objetivo de “radicalizar posições e dificultar o diálogo sobre as escolhas que o país enfrenta”.

PARTILHAR
Foto Paulete Matos.

A candidata presidencial apoiada pelo Bloco de Esquerda reagiu à polémica declaração de Cavaco Silva desta quinta-feira, considerando que ela “constitui um momento tão inédito quanto lamentável da nossa vida democrática”, ao revelar “uma total ausência de imparcialidade e isenção”.

Para Marisa Matias, “a indigitação de Pedro Passos Coelho é um acto formalmente legítimo e politicamente legítimo”. Mas “nada justifica que essa decisão seja acompanhada de um discurso de cruzada ideológica, marcado por insinuações e ameaças, que nada mais fazem do que radicalizar posições e dificultar o diálogo sobre as escolhas que o país enfrenta”, defende a candidata às eleições presidenciais que se realizam no início do próximo ano.

“Quando o Presidente da República invoca a Europa para silenciar a democracia, mais não faz do que atacar a Europa e atacar a democracia”, concluiu a atual eurodeputada do Bloco, lamentando que “num momento de compromisso e de unidade da maioria, o Presidente só pensa em dividir”.

“A declaração de Cavaco Silva expulsa um milhão de portugueses da democracia e divide os restantes, apenas para tentar comprometer a emergência de uma solução de governação estável, com apoio parlamentar, objetivo que o próprio Presidente várias vezes invocou”, prossegue Marisa Matias em comunicado, reconhecendo que “o Presidente da República mostrou que não é, nunca foi e não quer ser o Presidente de todos os portugueses”.

“A gravidade destas declarações exige uma posição clara de todos os candidatos e candidatas às próximas Eleições Presidenciais, sem excepção. Os portugueses têm o direito de saber. Da minha parte, sempre respeitarei todos os partidos por igual”, garantiu a candidata às eleições presidenciais .