Está aqui

Marisa Matias nomeada Chefe da Missão Eleitoral da União Europeia no Sri Lanka

Marisa Matias foi nomeada por Federica Mogherini, Alta Comissária da UE para a Política Externa e Segurança, para o cargo de Chefe de Missão Eleitoral da UE no Sri Lanka, que terá eleições presidenciais no próximo dia 16. A eurodeputada espera que as observações “reforcem os processos e as instituições democráticas”.
Fotografia de Paulete Matos
Fotografia de Paulete Matos

A missão surge no decurso de uma longa história de missões de observação eleitoral da União Europeia naquele país, iniciada em 2000. O país vai ter eleições presidenciais no próximo dia 16, e estas revestem-se de especial importância, já que serão as primeira de várias que decorrerão ali até ao final de 2020.

A propósito desta nomeação, Federica Mogherini afirmou: “A União Europeia preza a sua parceria com o Sri Lanka. Destacar uma Missão de Observação Eleitoral para as próximas eleições presidenciais confirma o nosso compromisso e empenho no apoio aos processos democráticos no país. Estou confiante que o destacamento de uma Missão de Observação Eleitoral da UE sob a liderança da Chefe de Missão Marisa Matias contribuirá para uma eleição inclusiva, credível e transparente. Esta eleição é importante para que o Sri Lanka continue a progredir no seu caminho de reformas e de reconciliação nacional.”

Marisa Matias espera que esta observação possa dar um contributo para a eleição e para reforçar os processos eleitorais e as instituições. Assim, já declarou que considera “importante que a União Europeia continue a realizar Missões de Observação Eleitoral no Sri Lanka como forma de apoio à população do Sri Lanka e aos seus esforços no sentido de reforçar os processos eleitorais e as instituições democráticas”. No seu entender, o “acompanhamento posterior” dos atos eleitorais poderá “reforçar ainda mais esses processos eleitorais e as instituições”.

A equipa principal da missão, composta por nove analistas eleitorais da União Europeia, já se encontra no Sri Lanka desde o dia 5 de outubro e ali ficará até à conclusão do processo eleitoral. A esta equipa juntaram-se 30 observadores de longo termo que foram colocados em vários pontos do país e a que se juntarão ainda 30 observadores de curta duração na semana da eleição. Marisa Matias partirá para o Sri Lanka a 10 de novembro.

Após o dia das eleições, a missão emitirá um relatório prelimiar e organizará uma conferência de imprensa em Colombo. Após a finalização do processo eleitoral, será apresentado um relatório final que incluirá recomendações para os processos eleitorais futuros.

Termos relacionados Política
(...)