Está aqui

Mangualde: Stellantis quer prolongar lay-off por mais seis meses

Trabalhadores sentem-se prejudicados por receberem 80% do salário, enquanto empresas como a Auto-Europa estão a receber a totalidade do vencimento. Denunciam ainda irregularidades na aplicação do lay-off. Por Interior do Avesso.
Catarina Martins em visita à Stellantis. Foto do Interior do Avesso.
Catarina Martins em visita à Stellantis. Foto do Interior do Avesso.

De acordo com informações recebidas pelo Interior do Avesso, a empresa Stellantis Mangualde vai prolongar o lay-off por mais seis meses. Assim, os trabalhadores vão continuar a ser prejudicados já que só recebem 80% do seu salário, enquanto em empresas como a Auto-Europa ou a HUF recebem 100%.

O Bloco de Esquerda e a Comissão de Trabalhadores, recentemente, já tinham denunciado várias irregularidades relativamente ao lay-off, já que existem trabalhadores neste regime que vão para a bolsa de horas aos sábados, domingos e feriados.

As entidades competentes continuam sem agir, nomeadamente o Governo e a ACT, denunciam os trabalhadores, que consideram que merecem o respeito da empresa, com a agravante que esta recebe fundos comunitários nacionais e europeus, mas continua a não renovar os contratos laborais nem a inserir pessoas no quadro.

Notícia publicada por Interior do Avesso.

Termos relacionados Sociedade
(...)