Está aqui

Lisboa: Bloco acusa direita de querer "dar o Vale de Santo António a privados"

A urbanização dos 48 hectares de terreno esteve em debate no executivo camarário. Moedas recusou garantir que as 2.400 casas previstas se destinem ao arrendamento acessível.
Vale de Santo António em Lisboa
Vale de Santo António em Lisboa. Foto publicada no grupo "Vale de Santo António" no Facebook.

O Plano de Urbanização do Vale de Santo António, num terreno de 48 hectares entre as freguesias de Penha de França e São Vicente, prevê a construção de mais de 2.400 apartamentos e é considerado a última oportunidade de construir em larga escala habitação a custos controlados na cidade de Lisboa. O terreno é quase totalmente propriedade do município e a alteração do plano esteve em debate na reunião pública do executivo municipal esta quinta-feira.

Nesta reunião, a vereadora bloquista Beatriz Gomes Dias apresentou uma proposta de alteração no sentido de que todas as casas fossem destinadas ao programa de renda acessível de iniciativa municipal. A proposta apresentada vela vereação PSD/CDS não garantia que essas 2.400 casas previstas fossem destinadas ao Programa de Renda Acessível 100% público, "o único que tem obtido resultados em Lisboa e que foi imposto pelo Bloco de Esquerda ao PS no último mandato", justifica o gabinete da vereação do Bloco.

Mas a proposta foi rejeitada com os votos contra do PSD/CDS e a abstenção do PS. Assim sendo, "a falta de garantias de casas para o PRA Público levou a que o Bloco votasse contra" o Plano de Urbanização proposto pelo executivo.

Além disso, acrescenta a vereação bloquista, apesar das várias insistências, "a vereadora Joana Almeida não esclareceu se pretende aceitar a proposta do administrador da SRU nomeado por Carlos Moedas, para a entrega de 2.100 casas a privados para venda, restando apenas 300 casas para a parte pública". O que, a confirmar-se, seria "inaceitável" e levará o Bloco a denunciar "todas as tentativas de alienar casas que deveriam ser públicas", promete Beatriz Gomes Dias.

Termos relacionados Habitação, Lisboa, Política
(...)