Está aqui

Lares têm mil idosos e 2100 funcionários por vacinar

De acordo com a task force criada para a elaboração do “Plano de vacinação contra a COVID-19 em Portugal", estes números dever-se-ão ao facto de "um reduzido número" de lares ter "surtos ativos” e também à “constante entrada de novos utentes e profissionais nas ERPI".
Foto de Paulete Matos.

Fonte da task-force explicou ao Jornal de Notícias que ainda estão por vacinar com a primeira dose cerca de mil utentes e 2100 funcionários de estruturas residenciais para idosos (ERPI), num universo total de 99 mil utentes e de 61 mil funcionários. Estes números dever-se-ão ao facto de "um reduzido número de ERPI terem surtos ativos” e também à “constante entrada de novos utentes e profissionais nas ERPI".

De acordo com dados da Direção-Geral da Saúde (DGS), citados pela agência Lusa, os 53 surtos ativos em lares na segunda-feira equivaliam a 829 casos de infeção diagnosticados. Lisboa e Vale do Tejo contabilizava o maior número de surtos (25) e de pessoas infetadas (270). O Norte registava 10 surtos e 247 pessoas infetadas, o Alentejo oito surtos e 68 infeções, o Centro seis surtos e 138 infetados e o Algarve quatro surtos e 106 pessoas infetadas.

O JN avança que na quarta-feira foi detetado um novo surto na Santa Casa da Misericórdia de Proença-a-Nova, com 127 casos ativos, dos quais 22 de funcionários e 105 de utentes. Foi registada uma morte. O presidente da Câmara do concelho, João Lobo, avançou que todos os utentes e funcionários da instituição "têm vacinação completa".

Portugal registou o maior número de surtos em lares em fevereiro: 405 surtos, abrangendo 12 mil infetados. A "diminuição drástica” do número de casos neste contexto “demonstra a importância que a vacinação tem tido no controlo da pandemia e proteção da população mais vulnerável", refere a DGS.

Na quinta-feira foram registadas no país 18 mortes e 2377 infeções pelo novo coronavírus. O boletim diário da DGS aponta ainda para a existência de 866 pessoas internadas, menos 32 do que na quarta-feira. Dessas, 194 encontram-se em unidades de cuidados intensivos, menos duas do que no dia anterior.

Nos últimos 14 dias, a taxa de incidência de infeções por SARS-CoV-2 baixou novamente no continente e a nível nacional. Já o índice de transmissibilidade (Rt) mantém-se em 0,92.

Termos relacionados Covid-19, Sociedade
(...)