Está aqui

João Semedo é candidato do Bloco à Câmara de Lisboa

O coordenador do Bloco de Esquerda será o primeiro candidato do partido à Câmara de Lisboa. A deputada Ana Drago encabeçará a lista para a Assembleia Municipal. Em declarações à comunicação social, neste sábado, João Semedo salientou que a decisão do Bloco é de fazer uma grande campanha política em defesa dos lisboetas, “olhando especialmente para aqueles que são as principais vítimas da austeridade”, uma campanha “que leve o Bloco a recuperar o seu vereador na Câmara de Lisboa”.
João Semedo encabeça a lista do Bloco à Câmara de Lisboa - Foto de Paulete Matos

Nesta sexta-feira à noite, teve lugar o plenário concelhio de Lisboa do Bloco de Esquerda que aprovou por esmagadora maioria os cabeças de lista do partido à Câmara e à Assembleia Municipal de Lisboa e decidiu que João Semedo encabeçará a lista para a Câmara Municipal e Ana Drago a lista para a Assembleia Municipal.

À comunicação social neste sábado, João Semedo declarou: "A motivação da minha candidatura e da candidatura da Ana Drago é a decisão do Bloco de ter uma grande campanha política em Lisboa, em defesa dos lisboetas, olhando especialmente para aqueles que são as principais vítimas da austeridade. Uma grande campanha política que leve o Bloco a recuperar o seu vereador na Câmara de Lisboa, porque a Câmara de Lisboa precisa de mais esquerda e essa esquerda é o Bloco de Esquerda”.

Questionado se não tinha ponderado falar com António Costa, para um acordo para a Câmara de Lisboa, o coordenador do Bloco de Esquerda afirmou:

“Eu tenho falado muitas vezes com António Costa, mas não sobre esse acordo. O Bloco tem uma posição muito clara sobre as coligações: nós faremos coligações com toda a esquerda, em Lisboa esse cenário não existe e o Bloco nunca abdicaria de uma candidatura própria em Lisboa”.

Em declarações ao jornal “Expresso”, o coordenador do Bloco de Esquerda já tinha salientado que “esta escolha e a minha decisão obedecem ao critério definido pela direção de ter uma forte candidatura em Lisboa”.

Termos relacionados Política
Comentários (3)