Está aqui

Inspeção da Administração Interna vai fazer auditoria sobre força policial

A inspetora-geral da Administração Interna anunciou esta quinta-feira que será feita uma auditoria, ainda este ano, sobre o uso da força e práticas discriminatórias pelas forças e serviços de segurança. Prevê-se ainda a divulgação de um manual de ação policial.
Fotografia de Paulete Matos
Fotografia de Paulete Matos

Em declarações dadas aos deputados da primeira comissão parlamentar sobre o recente relatório do Comité Anti-Tortura do Conselho da Europa, que mostrou que Portugal é um dos países da Europa Ocidental com mais casos de violência policial, Margarida Blasco, inspetora-geral da Administração Interna, garantiu que será feita uma auditoria. De acordo com o referido Comité, os abusos de autoridade policial verificam-se particularmente contra estrangeiros e afrodescendentes.

A inspetora afirmou ainda que a formação dos elementos das forças de segurança é “um objetivo estratégico da IGAI [Inspeção-Geral da Administração Interna]”. A IGAI irá, neste sentido, divulgar um “manual de ação policial” sobre direitos humanos e promover um seminário sobre “práticas policiais e direitos humanos”.

Sandra Cunha, deputada do Bloco, considerou “inaceitáveis” as conclusões do Comité Anti-Tortura, já que apontam para “comportamentos racistas e xenófobos” das forças policiais portuguesas.

Termos relacionados Sociedade
(...)