Está aqui

Inquérito às rendas da energia: Bloco quer ouvir ex-governantes e administradores

A lista de 43 personalidades a ouvir na comissão de inquérito inclui antigos primeiros-ministros e membros de governos, reguladores, administradores da EDP e da REN e o ex-banqueiro Ricardo Salgado.
António Mexia, reempossado à frente da EDP, é um dos nomes incontornáveis na lista de audições proposta pelo Bloco. Foto António Cotrim/Lusa.

O grupo parlamentar do Bloco divulgou esta quarta-feira o requerimento para a audição de 43 personalidades na Comissão Parlamentar de Inquérito ao Pagamento de Rendas Excessivas aos Produtores de Eletricidade (CPI).

Na reunião a realizar no próximo dia 5 de junho, a CPI vai aprovar uma primeira lista de documentos a requerer. O Bloco quer que a comissão tenha acesso aos documentos da investigação no âmbito da “Operação Ciclone”, a correspondência mantida entre governantes, a troika e Bruxelas, os pareceres e relatórios de reguladores e instituições públicas relevantes para a tomada de decisões dos vários governos, entre outros documentos.

A lista de personalidades a ouvir inclui os ex-primeiros-ministros Durão Barroso, Santana Lopes, José Sócrates e Passos Coelho e os ex-governantes Carlos Moedas, Jorge Moreira da Silva, Vítor Gaspar, Artur Trindade, Henrique Gomes, Manuel Pinho, Nunes Correia, Carlos Zorrinho, Castro Guerra, Álvaro Barreto, Carlos Tavares, Manuel Lencastre, Franquelim Alves. Entre os membros do atual governo chamados a depor na CPI está o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, e o Secretário de Estado da Energia, Jorge Seguro Sanches. Também o ex-ministro e comissário europeu António Vitorino consta nesta proposta de audições por ter representado o Estado nas negociações com a Comissão Europeia em 2007.

Entre os atuais e antigos administradores da EDP e da REN na lista de audições propostas estão António Mexia, José Penedos, João Talone, João Manso Neto, Rui Cartaxo, Vítor Batista, João Conceição e Paulo Pinho. O ex-banqueiro Ricardo Salgado, também alvo da investigação judicial, é igualmente chamado a depor na CPI.

A CPI voltará a reunir no dia 14 de junho para aprovar a primeira lista de personalidades a convocar para depoimento e eventualmente para acrescentar mais documentação que os deputados entendam necessária para os trabalhos da comissão.

Veja aqui a lista completa das personalidades e documentos requeridos pelo Bloco de Esquerda. 

AnexoTamanho
PDF icon 20180530cpiprepe_requerimento.pdf118.88 KB
Termos relacionados Política, Rendas da energia
(...)