Está aqui

Greve nacional de Guardas-Florestais convocada para 28 de maio

A iniciativa também conta com uma concentração às 11h junto ao Ministério da Administração Interna, em Lisboa. Guardas-Florestais do SEPNA/GNR exigem a abertura das negociações com o Governo.
Foto de CGTP-IN | Facebook

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas (FNSTFPS) convocou uma greve de Guardas-Florestais do SEPNA/GNR com concentração para dia 28 de maio. A concentração vai acontecer por volta das 11h junto ao Ministério da Administração Interna (MAI), de acordo com um comunicado da organização.

O objetivo é exigir a abertura de negociações com o Governo. Para os trabalhadores, “já passou tempo suficiente sem que o Governo/MAI se comprometa com a negociação das reivindicações dos Guardas Florestais há muito apresentadas”.

Os trabalhadores “estão fartos de agradecimentos ocos, vindos dos membros do Governo e dos sucessivos comandantes-gerais da GNR, anunciados durante as comemorações do Dia Nacional do Guarda-Florestal ou quando os fogos apertam”.

O sindicato enumera várias reivindicações que não foram cumpridas: “processos de distribuição de uniformes que se arrastam no tempo sem ficarem completos; distribuição de armas de 1929 de duvidosa fiabilidade e segurança, andando para trás com decisões anteriormente tomadas que visavam a modernização do armamento; viaturas novas que deveriam ter sido distribuídas às EPF e foram desviadas para outros serviços.”

“Por muitas que sejam agora as promessas e intenções escritas, comunicadas internamente, sabemos que tudo o que os Guardas-Florestais alcançaram, com o DL 142/90, o DL 111/98 e o DL 247/2015, foi fruto da sua luta”, afirmam no comunicado.

 

Termos relacionados Sociedade
(...)