Está aqui

Greve feminista internacional já tem convocatória portuguesa

O encontro nacional da Rede 8 de Março teve lugar este domingo em Braga e aprovou a convocatória da próxima greve feminista portuguesa em 2020.
Encontro da Rede 8 de Março
Encontro da Rede 8 de Março este domingo em Braga. Foto Rede 8 de Março/Facebook

O encontro nacional da Rede 8 de Março teve lugar este domingo em Braga e aprovou a convocatória da próxima greve feminista internacional para Portugal em 2020.

Os principais objetivos deste encontro foram a realização do balanço geral da Greve Feminista de 8 de março de 2019 e a discussão de organização e ação futura da Rede. A Rede 8 de Março reúne várias associações, movimentos e ativistas ligadas à luta feminista e contra a discriminação. Os próximos passos para a mobilização desta greve feminista internacional de 2020 serão dados no encontro nacional agendado para setembro.

Este ano, a greve feminista de 8 de março ficou marcada pelas manifestações que juntaram mais de 30 mil pessoas em treze localidades espalhadas pelo país (ver fotogaleria). Para além das 30 organizações, sindicatos e movimentos a apelar à greve, outras 60 organizações dos vários movimentos sociais subscreveram o manifesto da greve feminista de 2019. No dia 8 de março houve concentrações e manifestações em Albufeira, Amarante, Aveiro, Braga, Chaves, Coimbra, Covilhã, Fundão, Lisboa, Ponta Delgada, Porto, Vila Real e Viseu.

Nesse dia, Lisboa assistiu à maior mobilização feminista em Portugal com cerca de 20 mil pessoas. Para isso contribuiu a indignação generalizada face aos acórdãos machistas da justiça portuguesa, nomeadamente os assinados pelo juiz Neto de Moura em casos de violência doméstica.

 

Termos relacionados Greve feminista, Sociedade
(...)