Está aqui

Governo português tem de permitir que “Aquarius” continue a salvar vidas

Catarina Martins visitou esta sexta-feira o Centro de Refugiados de Lisboa onde realçou a importância de garantir que o “Aquarius” continue a fazer o seu trabalho, reforçando a exigência de que este barco humanitário possa ter uma bandeira portuguesa para poder continuar a salvar vidas.
Foto Esquerda.net.

Este Centro acolheu recentemente um grupo de jovens que vieram da Somália e foram resgatados pelo barco “Aquarius”, da organização Médicos Sem Fronteiras.

A coordenadora bloquista sublinhou a importância da solidariedade para com estes jovens que atravessaram uma guerra, foram forçados a trabalho escravo para pagar a sua viagem e que acabaram por ser salvos pelo “Aquarius”.

Catarina Martins realçou ainda a importância de garantir que o “Aquarius” continue a fazer o seu trabalho, reforçando a exigência de que este barco humanitário possa ter uma bandeira de um país europeu, como Portugal, para poder continuar a salvar vidas como estas que foram acolhidas no Centro de Refugiados de Lisboa.

 

Artigos relacionados: 

Termos relacionados Política
(...)