Está aqui

Festival Política regressa a Lisboa em abril

“Fronteiras” é o tema do Festival Política deste ano, a decorrer no cinema São Jorge, em Lisboa, entre os dias 22 e 25 de abril. O programa inclui cinema, cara-a-cara com deputados, teatro de André Murraças, poesia de Valério Romão e José Anjos, humor de Carlos Pereira, entre outras propostas. Todas as sessões são gratuitas.
5º edição do Festival Política regressa a Lisboa / Fotografia: Festival Política

O Festival Política regressa a Lisboa para a sua quinta edição. De acordo com o diretor artístico, Rui Oliveira Marques, esta edição apresenta “uma programação que reflete o confinamento que a pandemia impôs a grande parte da população, mas também as fronteiras que separam o centro e a periferia de Lisboa, a par das realidades das populações migrantes e das lutas pelos direitos humanos que se tornaram ainda mais urgentes no contexto atual. Fronteiras como muros, não só os físicos como os políticos, económicos e mentais”. 

Os destaques da programação recaem sobre três propostas desenvolvidas especialmente para esta edição: o stand-up sobre racismo e direitos humanos do humorista Carlos Pereira; o solo do encenador, dramaturgo, cenógrafo e intérprete André Murraças, “Fronteiras”; o espetáculo de “Homens que são como fronteiras invadidas”, de Valério Romão e José Anjos, uma reflexão sobre os limites que a pandemia nos veio impor a título pessoal.

Serão também exibidos dezoito filmes que retratam realidades como as fronteiras da cidade de Lisboa, os conflitos sociais que atravessam a Europa, a ascensão dos nacionalismos ou as migrações.

Existirão também atividades em formato digital, designadamente uma sessão dedicada à participação cidadã na democracia ou o workshop de escrita criativa que tem por base a “Enciclopédia dos Migrantes”, livro que reúne 400 cartas; este livro é a base e origem do espetáculo “Foguete de Emergência”, de Paloma Fernández Sobrino, a ser apresentado a 25 de Abril, às 11h00.

De regresso à programação está também o Cara-a-Cara com Deputados, encontro entre cidadãos e deputados representantes dos partidos eleitos para a Assembleia da República que, devido à Covid-19, se realiza via videoconferência.

Integram também o programa dois projetos selecionados do Concurso de Bolsas para Criadores, Ativistas e Artistas, desenvolvido em parceria com o Instituto Português de Juventude e Desporto (IPDJ): “Festinha”, da multiartista Puta Da Silva (um videoclip desenvolvido para ser visto como uma experiência 360 graus em realidade virtual e que destaca a realidade das pessoas transgénero imigrantes e racializadas) e “Degelo”, projeto musical de Pedro Ruela Berga, apresentando um concerto maioritariamente instrumental, baseado no 2º EP "Sons Escapistas", onde explora a dicotomia entre a interioridade e a comunidade.

A programação completa está disponível aqui. Todas as sessões são gratuitas, com tradução em Língua Gestual Portuguesa; as sessões de cinema são legendadas em português, incluindo as de língua portuguesa.

Termos relacionados Cultura
(...)