Feira do Livro de Lisboa decorre até 11 de junho

25 de maio 2023 - 17:40

Arranca esta quinta-feira a 93ª edição da Feira do Livro de Lisboa no Parque Eduardo VII. Organização promete "maior oferta de sempre".

PARTILHAR
expositor de livros
Foto Feira do Livro de Lisboa/Facebook

Com 340 pavilhões de 139 participantes e mais de 980 chancelas editoriais, a Feira do Livro de Lisboa abre esta quinta-feira a sua 93ª edição no Parque Eduardo VII. Até ao dia 7 de junho será possível comprar livros, mas também conhecer em pessoa "muito mais escritores" e "mais autores internacionais do que no ano passado", afirmou o presidente da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), Pedro Sobral, citado pela agência Lusa.

Além de mais sessões de autógrafos, outra das novidades desta edição é a programação diária do Plano Nacional de Leitura no espaço da feira. "Os que nos visitarem no auditório poente da Feira, entre as 18h e as 19h, nos dias úteis, terão direito a um momento de diálogo, um poema para lerem e ouvirem e um folheto com sugestões de livros de ficção, não ficção e infantojuvenis", anunciou o PNL em comunicado.

A organização espera aumentar o número de visitantes que no ano passado se aproximou dos 790 mil e confia na alteração dos hábitos de leitura dos portugueses, com um "crescente interesse na compra de livros para leitura própria", quando, tradicionalmente, a maioria dos livros comprados eram para oferta, e o aumento dos novos leitores jovens, "na faixa dos 18 aos 30 anos, muito alavancado pelas redes sociais".

Tal como em anos anteriores mantém-se a "hora H", com descontos a partir de 50% em livros selecionados na última hora de funcionamento da feira de segunda a quinta-feira, mas este horário mudou. Este ano a feira fecha às 22h entre segunda a quinta e aos domingos e feriados. E encerra às 23h às sextas, sábados e vésperas de feriado.

Termos relacionados: CulturaFeira do livro