Está aqui

Faixa de Gaza: mais um palestiniano morto

Desta vez, foi um adolescente. A morte ocorreu esta sexta-feira, durante uma manifestação perto da fronteira da Faixa de Gaza. A informação é do Ministério da Saúde palestiniano.
Desde o início dos protestos, a 30 de março, já foram mortos pelo menos 157 palestinianos. O bloqueio israelita dura há mais de dez anos e os habitantes da Faixa de Gaza exigem poder voltar ao lugar de onde foram expulsos.
Desde o início dos protestos, a 30 de março, já foram mortos pelo menos 157 palestinianos. O bloqueio israelita dura há mais de dez anos e os habitantes da Faixa de Gaza exigem poder voltar ao lugar de onde foram expulsos.

O adolescente tinha 17 anos e foi baleado no peito. O assassinato ocorreu durante os protestos que já se têm vindo a sentir nos últimos meses. Esta morte seguiu-se proximamente à de uma criança de 12 anos e à de um homem de 43 anos, também segundo o Ministério.

Por sua vez, o exército israelita não comenta este acréscimo na lista de mortos, dizendo apenas que, do lado dos palestinianos, foram atiradas pedras contra si. Assim, como já é prática, Israel reagiu de forma letal.

Desde o início dos protestos, a 30 de março, já foram mortos pelo menos 157 palestinianos. O bloqueio israelita dura há mais de dez anos e os habitantes da Faixa de Gaza exigem poder voltar ao lugar de onde foram expulsos.

Termos relacionados Massacre em Gaza, Internacional
(...)