Está aqui

Facebook fecha contas de neofascistas italianos

O neofascista CasaPound foi banido do Facebook e do Instagram. No Facebook este partido tinha cerca de 250 mil seguidores. A conta de outro grupo, o Forza Nuova, foi igualmente apagada. Os responsáveis da empresa dizem que são perfis que “espalham o ódio” e “atacam outros com base no que são”.
Manifestação do grupo de extrema-direita Casa Pound em Trieste. Novembro de 2018.
Manifestação do grupo de extrema-direita Casa Pound em Trieste. Novembro de 2018. Foto de Erin Johnson

As duas redes sociais, o Facebook e o Instagram, fecharam as contas oficiais do CasaPound, um movimento neofascista italiano que nasceu a partir de um centro social. À agência noticiosa Ansa, um porta voz do Facebook esclareceu a iniciativa afirmando que “pessoas ou organizações que espalham o ódio ou atacam outros com base no que são não têm lugar no Facebook e no Instagram.”

Pelos mesmos motivos, em abril passado, o facebook já tinha suspenso brevemente a conta deste movimento, assim como a de outros políticos de extrema-direita como o bisneto de Benito Mussolini, Caio Mussolini, que foi candidato ao Parlamento Europeu por outro partido fascista, os Irmãos de Itália.

O perfil do Facebook do CasaPound tinha quase 250 mil seguidores. Bastante ativo nas redes sociais, este grupo surgiu nos anos 90, criando um centro social alternativo em Roma à imagem do que fazem vários movimentos de esquerda e libertários. Tomou o nome do poeta Ezra Pound, conhecido pelas simpatias fascistas, e dirigiu as suas iniciativas a uma nova geração de militantes de extrema-direita. Mas por detrás da fachada de novidade, o CasaPound mantém a fidelidade ao velho fascismo. O seu secretário-geral, Simone Di Stefano, descrevia em 2011 ao Guardian a posição do partido relativamente a Mussolini apresentando-o como “o nosso ponto de referência, na visão do Estado e da economia e no conceito de sacrifício.”

Junto com o CasaPound, outro grupo, o Forza Nuova foi também banido destas redes. Menos conhecido internacionalmente, é, contudo, um partido com mais votos. Declaradamente fascista, é acusado de vários atos de violência.

Para além das páginas institucionais, os perfis de vários dirigentes destes movimentos foram também apagados do Facebook e Instagram. Apesar de tudo, estes grupos mantêm a sua presença nas redes sociais. Por exemplo, o Twitter não tomou o mesmo tipo de medidas.

Termos relacionados Internacional
(...)