Está aqui

Esquerda Europeia condena ataques turcos contra curdos na Síria e Iraque

Os bombardeamentos aéreos dos últimos dias contra Kobane e outras localidades curdas provocaram dezenas de mortos. Partido da Esquerda Europeia diz que o mundo não pode continuar em silêncio.

"Os ataques aéreos coordenados por jatos turcos a várias aldeias civis no nordeste da Síria, incluindo Kobane, são extremamente perigosos e merecem atenção internacional imediata", afirmou Heinz Bierbaum, Presidente da Esquerda Europeia, num comunicado em que condena "veementemente a agressão da Turquia contra curdos sírios e civis e apoiamos os movimentos democráticos na Turquia e no estrangeiro".

"A comunidade internacional não deve permanecer em silêncio face a tais actos hediondos, que constituem violações flagrantes do direito humanitário e internacional", refere o partido europeu que unta dezenas de organizações do campo socialista, ecologista e comunista de toda a Europa, incluindo o Bloco de Esquerda em Portugal.

O Partido da Esquerda Europeia declara ainda o seu "empenho inabalável na manutenção da paz e estabilidade mundiais e exorta todas as partes a tomarem medidas para evitar mais uma catástrofe humanitária na região". 

Termos relacionados Internacional
(...)