Está aqui

Enfermeiros prosseguem greve até sexta-feira

Presidente do Sindicato afirma que os números revelam “a grande onda de insatisfação” da classe. Greve continua até ao dia 25, por zonas.
Fotografia de Paulete Matos
Fotografia de Paulete Matos

Esta terça-feira, a greve dos enfermeiros na região de Lisboa e Vale do Tejo registou uma adesão de 68%. A informação é do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses.

José Carlos Martins, presidente do sindicato, afirma que esta adesão “traduz a grande onda de insatisfação dos enfermeiros“.

Cerca de 50 profissionais juntaram-se na manhã de terça-feira numa ação de protesto junto à Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, em Lisboa.

Já esta quarta, a adesão à greve rondou os 60% na zona Centro. Em Coimbra, José Carlos Martins disse que esta é uma greve para "fazer ver ao ministério e ao Governo que os enfermeiros não estão satisfeitos, estão amplamente descontentes pelo facto de a tutela não dar resposta à contagem dos pontos, à contratação de mais enfermeiros, à valorização e dignificação da profissão e às questões da aposentação". 

Numa conferência de imprensa realizada à porta do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), o dirigente sindical, que defende que seja possível aos enfermeiros reformarem-se mais cedo, destacou os profissionais com “63, 64 e 65 anos, com mais de 40 anos de trabalho a turnos, que já veem mal ao longe e ao perto, com várias hérnias discais e lombalgias de esforço decorrentes de posicionar tantos doentes, tudo isto porque não se podem aposentar mais cedo”.

O sindicalista referiu ainda os enfermeiros reposicionados nos 1200 euros, afirmando que se encontram “altamente penalizados em termos de progressão” porque a tutela não conta o seu percurso profissional.

O objetivo desta greve de quatro dias é exigir a “correta contagem dos pontos para todos os profissionais” e protestar contra o encerramento do processo negocial sobre a carreira.

A greve continua até à próxima sexta. Na quinta, realiza-se no Norte; na sexta, nas regiões do Algarve, Alentejo e Açores.

 

Termos relacionados Sociedade
(...)