Está aqui

Durão Barroso vaiado no Teatro de Almada

O presidente da Comissão Europeia foi ao Teatro Municipal de Almada, assistir à peça “O mercador de Veneza”. No final foi vaiado e apupado por ativistas dos Precários Inflexíveis e outras pessoas, que gritavam “Fora fora daqui, a fome, a miséria e o FMI”.

Durão Barroso tentou fugir pelas traseiras do teatro, mas acabou por ter de sair pela porta da frente, com o apoio dos seguranças, por entre uma pequena multidão que o vaiava e apupava.

Quando o presidente da Comissão Europeia entra no carro, o lema que mais se ouve é: “Gatunos! Gatunos!”

No final, em declarações ao vídeo dos Precários Inflexíveis, um dos manifestantes diz que tanto “Durão Barroso como os seus representantes em Portugal não têm condições para continuar a governar” e outro afirma que “o povo está farto” e que os protestos vão continuar: contra o OE junto à AR nesta quinta feira, no dia 12 de novembro durante a vinda de Angela Merkel a Portugal e na Greve Geral de 14 de novembro.

Durão Barroso vai ao Teatro em Almada e é (mal) recebido pela população

Termos relacionados Sociedade
(...)