Está aqui

Diabéticos esperam há dois anos por bombas de insulina grátis

Proposta do Bloco para alargar gratuitidade a adultos foi aprovada em 2020, mas o acesso continua a ser-lhes barrado. O partido pediu explicações a Marta Temido.
Bomba de insulina. Imagem do site da APDP.

Depois de ter conseguido na anterior legislatura a aprovação da gratuitidade das bombas de insulina para crianças e jovens diabéticos, uma reivindicação antiga das associações que representam estes doentes, o Bloco de Esquerda insistiu em novembro de 2020 para alargar essa medida a todos os insulinodependentes com indicação médica para o uso desta terapêutica. A proposta foi aprovada apenas com os votos contra do PS, mas até agora nunca foi implementada e os diabéticos continuam a ver-lhes negada a disponibilização gratuita das bombas de insulina.

Na semana passada, Catarina Martins voltou a pedir explicações a Marta Temido sobre as razões deste incumprimento por parte do Governo de uma resolução da Assembleia da República. "O Governo nem publicou regime que alargasse a gratuitidade de acesso a bombas de insulina, nem alargou a sua comparticipação a mais utentes. Verdade é que existem cada vez mais adultos a deslocar-se a centros autorizados para colocação de bombas de insulina com a esperança de conseguir aceder a este dispositivo, mas o caminho continua barrado, não obstante a clara posição do Parlamento sobre a matéria", destaca a coordenadora bloquista.

Na edição deste domingo, o Diário de Notícias noticia que também questionou o Governo sobre este caso, tendo o Ministério da Saúde afirmado que "no final de 2021 estavam registadas mais de 3.800 pessoas em tratamento ao abrigo deste programa, das quais 62% eram adultas".

O Bloco recorda que a utilização das bombas de insulina tem várias vantagens para os doentes, ao permitir um melhor controlo da diabetes, menos injeções no corpo e uma segurança acrescida no nível máximo de insulina injetada, ao contrário do que acontece com as atuais canetas "que podem levar a hipoglicemias graves ou mesmo até à morte em situações de doses incorretas de insulina ou de troca de insulina lenta por insulina ultra-rápida".

Termos relacionados Saúde
(...)