Está aqui

Desemprego cresceu 36,1% em setembro face ao ano passado

O Instituto do Emprego e Formação Profissional divulgou a subida dos números de inscritos para mais de 400 mil, dos quais 12.764 são pessoas casadas ou em união de fato em que ambos estão em situação de desemprego.
Centro de Emprego. Foto de Rodrigo Baptista/Lusa.
Centro de Emprego. Foto de Rodrigo Baptista/Lusa.

Os números do desemprego em Portugal subiram, segundo os dados divulgados esta terça-feira pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional. Comparando com o ano passado, houve mais 36,1% pessoas registadas nos centros de emprego em setembro. Relativamente a agosto deste ano, o crescimento foi mínimo, de 0,2%.

O IEFP informa que há 410.174 pessoas inscritas em centros de empregos. Destaque para um aumento também do número de casais nos quais ambos os elementos estão registados como desempregados. Entre setembro de 2019 e setembro de 2020, cresceu 19,2% o número de pessoas casadas ou em união de facto que partilham a sua situação de desemprego com o outro elemento do casal. No total são 12.764, 8,1% do total de pessoas inscritas. Comparando setembro com agosto houve uma descida de 1,1% (menos 74 casais).

Nestes casos de duplo desemprego, existe uma majoração de 10% do valor do subsídio de desemprego, caso haja dependentes.

Termos relacionados Sociedade
(...)