Está aqui

Cinema: “Ilha da Cova da Moura”

Nesta Quarta feira, no IndieLisboa, é exibido em antestreia o filme "Ilha da Cova da Moura", um documentário sobre aquele bairro do realizador Rui Simões.

Na Culturgest pelas 19 horas de Quarta feira 28 de Abril de 2010, é exibido em antestreia, na secção "Pulsar do Mundo" do IndieLisboa, o documentário "Ilha da Cova da Moura".

O documentário retrata a vida naquele bairro clandestino do concelho da Amadora. O realizador do documentário, Rui Simões, filmou o dia-a-dia do bairro, falou com moradores, entrou nas suas casas. Durante três anos conviveu com os habitantes do bairro.

À Lusa, o realizador lembrou: "É um bairro clandestino, apareceu numa altura histórica, em que o país teve um confronto muito grande consigo próprio, que foi a descolonização, os retornados que vieram para Portugal e construíram ali ao lado dos cabo-verdianos".

"Há uma vontade de substituir aquele bairro, de o destruir, de tirar aquelas pessoas dali e construir ali outra coisa qualquer" diz Rui Simões considerando que isso é um "absurdo" e questionando: "como é que se pode apagar assim um local onde moram seis mil pessoas e com raízes muito profundas".

"Há uma vivência em comunidade que nós perdemos. Nós não podemos confiar os nossos filhos aos nossos vizinhos. Aquilo é um bom exemplo para os arquitectos urbanísticos estudarem. Não é por acaso que a Cova da Moura é objecto de estudo na Trienal de Arquitectura", sublinhou o cineasta à Lusa.

Do documentário diz: "Acho que no filme não estou a pôr em questão as políticas dos poderes. Apenas estou a mostrar que é bom olhar para o bairro com olhos de ver. A grande diferença entre aquele bairro e outros que poderão ser destruídos é que ali criou-se uma comunidade com personalidade própria".

Segundo a Lusa, o realizador quer levar alguns dos habitantes da Cova da Moura que participaram no documentário à antestreia na Culturgest, mas na ante-véspera da exibição ainda não tinha apoios de transporte, depois a Câmara da Amadora lhe ter negado um pedido de ajuda.

Rui Simões, 66 anos, é autor de vários documentários, entre os quais "Deus Pátria Autoridade" e "Bom povo português", feitos nos anos 1970 sobre o Estado Novo e a revolução de Abril, e "Ruas da amargura" (2008), sobre os sem abrigo de Lisboa.

"Ilha da Cova da Moura" terá estreia comercial a 13 de Maio.

{easycomments}

Termos relacionados Sociedade