Está aqui

Cientistas portugueses desenvolvem um novo conceito de ventilador

O ventilador do #ProjectOpenAir pode ser utilizado em doentes com Covid-19, e utiliza componentes que se encontram facilmente no mercado.
Project Open Air
Foto do site #ProjectOpenAir/projectopenair.org

 

A notícia, publicada no site do LIP, Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, dá conta de uma parceria, no contexto do projecto #ProjectOpenAir, que desenvolveu um novo conceito de ventilador de emergência.   

De acordo com os investigadores: “A ideia é que estes ventiladores possam ser construídos com materiais que se encontram facilmente no mercado, mesmo em tempos ou regiões com dificuldades logísticas acentuadas, e a um custo muito moderado. Para isso, o desenho desenvolvido minimiza o uso de componentes técnicos, e os utilizados são comuns na indústria. Foi realizada, nos laboratórios do LIP em Coimbra, uma prova de conceito, que é descrita num artigo científico agora disponibilizado.”

A parceria reuniu investigadores portugueses que trabalham em várias universidades e hospitais do país, assim como do Reino Unido, Itália, EUA e Dinamarca.

Este novo projeto de ventilador vem responder à dificuldade de acesso ao mercado para obter componentes específicos para a produção de ventiladores na urgência e quantidades necessárias. Ao optar por componentes simples e disponíveis, ou mais fáceis de produzir, este protótipo pode contribuir para salvar vidas durante a crise da pandemia da Covid-19, uma vez que pode ser utilizado nestes pacientes.

João Nascimento, um dos participantes do projecto, revela no seu Twitter pessoal que o custo estimado deste ventilador rondará os 1000 doláres. Além disso a patente está registada em nome da humanidade, para que ninguém se possa aproveitar economicamente desta invenção. 

 

Termos relacionados #SomosTodosSNS, Covid-19, Sociedade
(...)